Quarta, 25 de Maio de 2022 00:18
062 4000-2115
Cultura CULTURA

Abertura do Fica celebra 20 anos do título de Patrimônio Mundial

Cidade de Goiás volta a ter atividades presenciais do festival após quase dois anos

14/12/2021 22h02 Atualizada há 5 meses
Por: Marcela Guimarães
Abertura do Fica celebra 20 anos do título de Patrimônio Mundial

São 20 anos de Patrimônio Cultural Mundial. Nada melhor do que celebrar a data com o retorno das atividades presenciais do Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica). A abertura oficial ocorreu na noite desta terça-feira, dia 14, no Cine Teatro São Joaquim. Além de uma vasta programação, o Centro Histórico recebeu nova cara.

 

A ponte que leva ao Museu de Cora Coralina foi pintada e iluminada, vários monumentos históricos também ganharam nova iluminação. “Uma reclamação constante sobre o Fica é que quando ele acabava, todos os benefícios desapareciam. Um dos nossos objetivos foi trazer um legado permanente que fica em função deste festival”, afirmou Adriano da Rocha Lima, secretário-geral de Governo de Goiás. Ele representou o governador Ronaldo Caiado (DEM), que não conseguiu comparecer ao evento devido à chuva. 

 

Enquanto isso, no tradicional cinema, autoridades e convidados assistiram ao filme “Amazonas, a Pátria da Água”, de  Washington Novaes e apresentação da Orquestra Filarmônica. “O nosso desafio é cuidar da história das pessoas, do estado de Goiás, pois essa história nasce aqui”, afirmou, o prefeito Aderson Gouvea.

 

Também presente nos eventos comemorativos, o secretário Municipal de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Rodrigo Santana recorda que o Fica começou em 1999 e foi decisivo para divulgar a Cidade de Goiás internacionalmente, contribuindo para que o título fosse concretizado. “Nosso grande desafio é fazer com que o título traga possibilidade de desenvolvimento, de geração de emprego e renda, e fortalecimento do turismo”, afirmou. 

 

Patrimônio Mundial

O dia 14 começou com a alvorada com desfile de militares e civis pelas ruas do sítio histórico. A partir das 11h, outro evento de homenagens ocorreu no Santuário do Rosário, para recordar o título. A celebração foi feita pelo Instituto Biapó (que se destina a preservar a memória do lugar) e o Museu Casa de Cora Coralina.

 

O título de Patrimônio Mundial Cultural foi conferido à primeira capital de Goiás, formado como passagem na época do Brasil Colônia, durante o ciclo do ouro. A decisão ocorreu entre os dias 14 a 16 de dezembro de 2001, quando a cidade entrou em festa ao receber a notícia direto de Helsinque (Finlândia), da 25ª Conferência da Unesco, que o local passaria a ser Patrimônio Cultural Mundial.

 

O Fica continua até dia 19 com uma vasta programação de oficinas, cursos, laboratórios e mostras de filmes. O formato é híbrido com atividades online e presenciais. O encerramento será com show do cantor e compositor Renato Teixeira, no domingo, dia 19, às 19h no Mercado Municipal. Veja a programação completa em https://www.ficafestival2021.com.br/.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.