Quarta, 10 de Agosto de 2022 22:39
4000-2116
Especiais PROJETO SOCIAL

Ummix Super Rede apadrinha criança em projeto social de futebol

O projeto, da escolinha Gol de Placa, ajuda crianças a saírem das ruas por meio do incentivo ao esporte

07/01/2022 20h07 Atualizada há 7 meses
Por:
Ummix Super Rede apadrinha criança em projeto social de futebol

A Ummix Super Rede abraçou o projeto social Padrinhos do Esporte, da escolinha Gol de Placa, na Cidade de Goiás, e apadrinhou uma das crianças beneficiadas. A instituição ensina crianças, de 4 a 13 anos, a prática do esporte que é tão popular no Brasil, o futebol.

O projeto existe há cerca de cinco anos e, segundo a proprietária da escolinha e idealizadora do Padrinhos do Esporte, Marleide Silva dos Santos, surgiu, praticamente junto com a escolinha: “Desde o início, começaram a aparecer crianças interessadas no esporte, mas que não tinham condições de pagar a mensalidade. Aí, observamos que elas não tinham mesmo condições financeiras, nem psicológicas”.

Foi a partir da constatação da realidade dessas crianças que surgiu a ideia do projeto, como uma forma de tirar as crianças do mundo das drogas. “Começamos a buscar parceiros aqui na cidade que pudessem custear o valor para que essas crianças tivessem a oportunidade de aprender o esporte e sair das ruas. A gente tentou desenvolver um projeto que pudesse ajudar essas crianças que estão em situação vulnerável e sem estrutura familiar. Assim, cada parceiro se torna padrinho de uma das crianças do projeto. Em contrapartida, a exigência é que as crianças participem efetivamente das aulas”, disse a proprietária da escolinha.

Atualmente, o projeto atende cerca de 30 crianças, porém, existem apenas 15 padrinhos. Marleide explica que os padrinhos ficam por conta apenas da mensalidade. Por isso, ela está em busca de parcerias para conseguir os uniformes dos pequenos jogadores e fortalecer ainda mais essa inclusão. “Não existe uma separação das crianças que têm condições de pagar com aquelas que não têm. Proporcionamos a inclusão social para essas crianças beneficiadas não se sentirem excluídas. Durante as aulas, trabalhamos o comportamento, a disciplina, a socialização e o respeito para com o próximo. Então, é importante que todos estejam uniformizados, para que não haja diferenças entre eles.”, disse.

Durante os cinco anos de trabalho, Marleide conta que já teve vários relatos positivos de crianças que mudaram de vida depois de passar pelo projeto. “Eu tenho um carinho muito grande por esse projeto porque sei que realmente faz a diferença na vida de muitas dessas crianças. Alguns, infelizmente, não saíram das ruas, mas, outros a gente conseguiu até encaminhar para outras escolas de futebol, inclusive em Goiânia. Para esses, a gente sabe que prevaleceu o esporte na vida deles. Então, tudo que estiver ao nosso alcance para fazer com que essas crianças deem sequência na vida de jogadores, a gente busca fazer”, destacou.

“É muito bom saber que, das sementes que estamos plantando agora, serão colhidos bons frutos lá na frente. Projetos assim podem fazer grandes diferenças na vida de muitas crianças proporcionando a elas oportunidades de crescimento e desenvolvimento pessoal e profissional para que, futuramente, se tornem bons cidadãos, pessoas de bem. E é por isso que a Ummix abraçou esse projeto, apadrinhando uma dessas crianças”, afirmou o diretor-executivo da Ummix Super Rede, Edy Medrado.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.