Quarta, 25 de Maio de 2022 00:24
062 4000-2115
Política POLÍTICA

Protetores de animais pedem aprovação de projeto de lei contra fogos de artifícios

Grupo acusa vereadores de boicote da proposta

11/01/2022 07h36 Atualizada há 4 meses
Por: Marcela Guimarães
Protetores de animais pedem aprovação de projeto de lei contra fogos de artifícios

O grupo Protetores Independentes divulgou nota cobrando dos vereadores da Cidade de Goiás a aprovação do projeto de lei contra fogos de artifício com estampido. Segundo eles, a Câmara de Vereadores estaria boicotando a proposta. “Queremos a aprovação do projeto ainda em fevereiro de 2022”, afirmou o grupo em seu texto divulgado nas redes sociais. Entre os argumentos está o sofrimento causado para autistas, idosos, doentes, bebês e animais.

“Além disso, os foguetes, bombinhas e outros podem provocar acidentes envolvendo crianças e adultos, cujos resultados podem causar lesões graves, mutilações e até a morte, sem falar nos incêndios em imóveis, veículos e ao meio ambiente”, afirmaram os protetores.

 

O projeto de lei foi protocolado pela vereadora Elenízia da Mata (PT) na Câmara Municipal de Goiás. Segundo a parlamentar, foi conversado entre os vereadores que eles voltariam a discutir a lei já no início deste ano.  

 

“Foi colocado que deveríamos amadurecer mais, conversar com a sociedade, pois a Cidade de Goiás tem muitos festejos tradicionais que usam os fogos de artifício. Porém, na minha opinião, há a necessidade de ressignificar tradições a partir do momento que existe um risco para alguém, como é o caso, dos fogos de artifício”, argumentou.

 

Já o presidente da Câmara Municipal, vereador Sidnei Antônio Rosa, o Sidnei do Master, (Solidariedade), diz que não há boicote. “O projeto ainda está para ser votado e nem foi  tramitado”, afirmou. Neste momento, o projeto de lei contra os fogos de artifício com estampido está para análise na Comissão de Justiça e Redação da Câmara. Lei similar já foi aprovada em municípios como Goiânia, Jaraguá, São Paulo, Curitiba, entre outros. 

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.