Quarta, 25 de Maio de 2022 01:42
062 4000-2115
Concursos CONCURSO PÚBLICO

Convocação de aprovados para cargos da saúde em número abaixo das vagas gera insatisfação entre concursados

Em todos os cargos o número de convocados ficou abaixo das vagas ofertadas

20/03/2021 15h24 Atualizada há 1 ano
Por: Rosângela Aguiar
Convocação de aprovados para cargos da saúde em número abaixo das vagas gera insatisfação entre concursados

 

Com o argumento de que profissionais de saúde são essenciais neste momento de crise sanitária em função da pandemia da Covid-19, a Prefeitura publicou nesta sexta-feira, dia 19, novo edital de convocação. No entanto, o número de aprovados chamados está abaixo do número de vagas prevista no concurso homologado no final de 2020. “Por que não chamar todos, já que os profissionais da saúde são considerados essenciais? Por que só agora? Por que não chamaram no início do ano?”, questiona Pedro Henrique, que faz parte da Comissão dos Concursados.

A Prefeitura convocou, segundo o edital publicado nesta sexta-feira, 19, 36 aprovados para os cargos de agente comunitário de saúde, enfermeiro, técnico de enfermagem, auxiliar de saúde bucal e motorista de ambulância. Em todos os cargos o número de convocados ficou abaixo das vagas ofertadas no concurso, gerando insatisfação dos aprovados. “Estamos dentro das regras do edital e estamos chamando o máximo de pessoas dentro das vagas. Vamos manter esse ritmo, chamando aos poucos, em função da situação da pandemia”, explica o secretário municipal de Administração e Finanças, Dorival Salomé.

Para o cargo de agente comunitário de saúde foram oferecidas 15 vagas e convocados para tomar posse apenas 11 aprovados para o cargo de agente comunitário de saúde sendo, dois para as UBS Colônia de Uvá, Antônio Ferreira Pinto (Véi Nico), Odilon Santana de Camargo, Felipe Vicente Ferreira e um para as UBS Dr. Tasso de Camargo, Altair Veloso e Maria de Jesus Morais de Moura (Luia).

Das dez vagas do cargo de enfermeiro, apenas 5 serão preenchidas e 10 das 26 de técnico de enfermagem. Somente quatro aprovados para auxiliar de saúde bucal foram convocados, sobrando outras quatro vagas e para motorista de ambulância foram dois chamados para tomar posse, sobrando três vagas a serem preenchidas. “Não conseguimos entender porque não preencher todas as vagas da área da saúde”, reclama Pedro Henrique, segundo lugar para o cargo de motorista escolar.

Em resposta, a este questionamento a Secretaria de Administração e Finanças informa que as convocações estão dentro do prazo de validade do concurso que é de dois anos. Além disso, ressalta que alguns cargos terão que aguardar porque muitos serviços da Prefeitura estão paralisados em função das restrições sanitárias. “Não faz sentido chamarmos motorista escolar se as aulas não estão sendo presenciais. Para se ter uma ideia, entre os professores convocados, somente 20 dos 30 chamados entregaram a documentação e tivemos que prorrogar mais de uma vez o prazo para dar posse a eles”, explica Dorival Salomé.

O prazo para os convocados tomarem posse é de 30 dias. Nesse período, devem entregar os documentos pessoais e demais solicitados no edital do concurso homologado em dezembro do ano passado. Este foi o primeiro concurso realizado pela Prefeitura de Goiás em décadas, mas, segundo a Prefeitura, a convocação dos aprovados vem acontecendo a conta gotas em função das restrições impostas pela pandemia. O Departamento de Recursos Humanos da Prefeitura é uma das poucas áreas que está funcionando presencialmente em função do chamamento dos aprovados no concurso público e do processo seletivo para assistente social.

Confira abaixo o edital de convocação.

1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.