Quarta, 25 de Maio de 2022 00:52
062 4000-2115
Polícia ALERTA

Idosos são vítimas de golpe do falso agente de saúde na Cidade de Goiás

Golpistas fazem as pessoas de refém e praticam o roubo. O último foi no Setor Bacalhau

31/05/2021 09h21 Atualizada há 12 meses
Por: Rosângela Aguiar
Idosos são vítimas de golpe do falso agente de saúde na Cidade de Goiás

 

Um idoso de pouco mais de 70 anos é a mais nova vítima do golpe do falso agente de saúde. Os assaltantes levaram todo dinheiro da aposentadoria que ele havia acabado de receber. Eles procuraram, em geral, idosos que moram sozinhos, entram na casa dizendo que vão aferir a pressão arterial e a oxigenação. Depois, rendem as pessoas e roubam o que podem. O caso aconteceu na manhã de sexta-feira, dia 28, no Setor Bacalhau, na Cidade de Goiás. A Polícia foi acionada e está investigando.

 

Os quatro homens, segundo uma testemunha, circulavam várias vezes pelo Setor Bacalhau em Renault Clio na cor preta. Câmeras de segurança de uma casa pegaram a ação dos quatro homens, que podem ter feito mais vítimas na região. O material foi encaminhado para a Delegacia Municipal de Goiás para identificar os homens e o carro. 

 

A Secretaria Municipal de Saúde informa que, na área do Setor Bacalhau, os agentes comunitários são mulheres reconhecidas pela comunidade e alerta para não deixar ninguém entrar nas residências. Este caso serve para alertar, em especial, os idosos que vivem sozinhos. A Secretaria Municipal de Saúde esclarece também que por determinação de protocolos sanitários do Ministério da Saúde os agentes comunitários não estão entrando nas casas para evitar a disseminação do coronavírus, bem como não estão fazendo a aferição de pressão, muito menos de oxigenação. 

 

Os agentes comunitários usam, além da máscara facial, uma viseira e são identificados por crachá. No ato da visita aos pacientes cadastrados, os agentes solicitam da pessoa o Cartão do SUS ou CPF para identificação e, assim, registram os dados no sistema E-SUS para controle. Caso haja necessidade de aferir pressão arterial ou oxigenação, a pessoa é encaminhada para a UBS mais próxima da residência. Lá, tudo é feito seguindo os protocolos sanitários. 

 

Os novos agentes comunitários de saúde que tomaram posse recentemente só vão começar a trabalhar a partir do dia 1º de junho e seguindo o mesmo protocolo de segurança. Ainda segundo a Secretaria de Saúde, as aferições de pressão e oxigenação não estão sendo feitas, porque não é possível fazer a devida higienização. Esta determinação partiu do Ministério da Saúde desde o início da pandemia.

1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.