Quarta, 25 de Maio de 2022 01:26
062 4000-2115
Dólar comercial R$ 4,82 0%
Euro R$ 5,18 0%
Peso Argentino R$ 0,04 -0.016%
Bitcoin R$ 153.793,17 +2.107%
Bovespa 110.580,79 pontos +0.21%
Economia DIA DO LEITE

Produtores vão doar 800 litros de leite para famílias carentes

Ação marca o Dia do Leite, instituído no dia 1º de junho há 20 anos, pela FAO/ONU, para valorizar a produção e o alto valor nutritivo do leite e derivados na alimentação

31/05/2021 18h45 Atualizada há 12 meses
Por: Rosângela Aguiar
Foto: Animal Business Brasil
Foto: Animal Business Brasil

 

No Dia Mundial do Leite, os produtores goianos, em especial os da Cidade de Goiás e os que compõem o Arranjo Produtivo Local (APL) querem maior valorização dos produtores. Das 2 mil 227 propriedades rurais da Cidade de Goiás, 1.209 são produtoras de leite, sendo 909 de agricultura familiar, que representam 75,2% da produção no município segundo dados do Censo Agro 2017 do IBGE. E este ano, em comemoração ao Dia do Leite cerca de 800 litros serão entregues para Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Habitação para inclusão nas cestas sociais distribuídas para as famílias carentes.

De acordo com o secretário municipal de Agricultura, Delcídio da Sila Moreira, 75,2% dos agricultores familiares sustentam a cadeia produtiva do leite. “Precisamos valorizar mais o produtor, em especial a produção dos pequenos, da agricultura familiar e dos 744 assentamentos rurais do nosso município”, argumenta Delcídio Moreira, conhecido como “Japão”. 

Em protesto aos baixos preços do leite e derivados para os produtores, em especial os agricultores familiares, é comum ver no Dia Nacional do Leite o produto in natura ser jogado fora em protesto. O Arranjo Produtivo Local (APL) do Leite do qual faz parte a Cidade de Goiás quer fazer diferente. “Vamos distribuir mais de oito mil litros de leite para que os municípios possam inserir em suas cestas sociais que são doadas as pessoas em situação de vulnerabilidade por conta da pandemia”, informa Delcídio Moreira. Ele explica que é proibida a distribuição do leite in natura e por isso, o APL conta com o apoio de indústrias do leite e do Sindleite que doaram o leite em pó para ser transformado em líquido para ser distribuído.

“Precisamos mostrar para a população a importância do leite e de seus derivados na alimentação e na qualidade de vida, ainda mais em um momento como este, de pandemia. O leite tem alto valor nutricional, e também econômico para os municípios, como o de Goiás”, comenta. A produção de queijos e derivados no município teve uma queda durante a pandemia. 

 

Dia do Leite

 

Criado em 2001 pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO/ONU) com o objetivo de incentivar o consumo de leites e derivados como importante fonte de alimentação, a data, 1º de junho, vem sendo usada no Brasil como protesto pelos baixos preços e falta de incentivo à cadeia produtiva. Em 2021 o preço do leite no Brasil recuou quase 10%, apesar de ser um dos principais produtos da agropecuária brasileira, com produção anual de 33,6 milhões de litros. Apesar do Brasil, segundo o Ministério da Agricultura (MAPA),ser o terceiro maior do setor leiteiro no mundo, muitos produtores, em especial os da agricultura familiar que sustentam a cadeia produtiva no país têm enfrentado problemas e até desistido do negócio.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.