Sábado, 16 de Outubro de 2021 11:39
62 3371-3000
Educação PREMIAÇÃO

Aluna do CEPI Professor Alcides Jubé, ganha concurso de redação e vira Embaixadora do Cerrado

Aluna Vilaboense se destacou entre alunos de todo estado

22/09/2021 08h00
Por: Renato Borges
Aluna do CEPI Professor Alcides Jubé, ganha concurso de redação e vira Embaixadora do Cerrado

 

A aluna do CEPI Professor Alcides Jubé da Cidade de Goiás, Isis de Brito Fernandes é motivo de orgulho dos vilaboenses, é que além de ganhar o concurso de redação realizado pelo governo do estado, ela foi escolhida a Embaixadora do Cerrado, por ter feito a melhor redação sobre a preservação do bioma cerrado no projeto SEDUC CERRADO.

 

Isis fez uma redação que emocionou os jurados ao colocar em seu texto com uma clareza e sobriedade espetacular, a redação teve como título: “O Coração não pode parar”, um texto que tocou no coração de várias pessoas que em três instâncias diferentes disseram de forma unânime: quem escreveu essa redação é capaz de representar o cerrado goiano. A aluna contou com a orientação da professora Rosimary de Moura Rodrigues que incentivou, orientou, fez as correções e motivou Isis a não desistir.

 

O concurso tinha como objetivo escolher 39 representantes e um embaixador ou embaixadora e com grande surpresa no dia de hoje (21), a aluna foi escolhida Embaixadora do CERRADO GOIANO, que agora representará o estado de Goiás nos eventos sobre clima/preservação em âmbito nacional, e estará supervisionando 39 regiões da secretaria de educação e os projetos desenvolvidos nessas regiões para preservação do bioma cerrado. Orgulhoso o Coordenador do projeto SEDUC CERRADO na região, Prof. Dr. Rafael Lino Rosa  diz: “Uma Vilaboense da terra de Cora Coralina que soube escrever e tocar vários corações”.

 

Em um vídeo a agora Embaixadora do Cerrado, a vilaboense Isis de Brito Fernandes, fala que durante o projeto foram ministrados cursos, e que realizou pesquisas, que ajudaram no  aprimoramento da construção textual, ela ainda se compromete a desenvolver ações de proteção do cerrado. A diretora Rosângela Caixeta, não mediu esforços no apoio ao projeto SEDUC CERRADO.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.